Atividades complementares

Um curso de medicina não tem como esgotar todos os conhecimentos relacionados com a formação e o exercício da profissão médica.

O aluno deve ser compromissado com o curso de medicina e com a construção do seu saber.

As atividades complementares tem como finalidade principal enriquecer o nível de conhecimento do aluno para além dos limites naturais do curso de medicina.

A FACERES adota o PBL (Problem Based Learning) como metodologia ativa.

Seguimos o princípio de que o aluno deve ser o principal responsável pela sua aprendizagem, orientado constantemente pelos seus docentes. Ele deve acima de tudo ser estimulado a buscar o conhecimento e aprender a aprender.

As atividades complementares proporcionam esta liberdade de aprender. Foram classificadas em experiências diversificadas, conforme o trinômio Ensino x Pesquisa x Extensão e de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Medicina.

A cultura da iniciativa faz com que a participação em experiências diversificadas que contribuem para a formação acadêmica proporcionem uma educação permanente culminando com um profissional melhor e que tenha uma prática de acordo com os anseios da sociedade.