Os critérios de aprovação e reprovação são aqueles determinados pelo regimento da Faculdade Ceres. Os principais critérios são:

• O grau numérico para aprovação nos componentes curriculares do curso é 7,0 (sete). Essa nota é composta das provas somativas e da nota de participação, quando houver.

• Cada módulo do curso constitui um componente curricular único, ou seja, não é feita a média entre os módulos do semestre com o objetivo de ter aprovação naquele semestre.

• O aluno que obtiver nota inferior a 7,0 (sete) em toda e qualquer avaliação do componente curricular deverá realizar uma nova prova (teórica e prática), sendo que prevalecerá a maior nota de prova (a nota de participação se manterá a mesma). Essa prova de recuperação é chamada de “Prova de aceleração”, onde são reforçados de preferência os temas que o aluno teve mais dificuldade na prova original. Nas provas de tutoria, o aluno fará a prova teste e a questão aberta (chamada de salto triplo), independentemente do resultado anterior em separado dessas duas partes da prova. Caso o aluno não consiga a nota 7,0 (sete) após a segunda prova ele ficará automaticamente de exame da matéria referente a essa prova.

• Deverá realizar exame final o aluno que obter nota maior ou igual a 3,0 e menor que 7,0 , além da frequência mínima exigida nas aulas. Para aprovação no exame, a nota mínima também é 7,0 (sete), porém não há nota de participação nesta etapa.